O Projeto

Vivemos, na atualidade, a “era da Informação”, um momento histórico em que a base de todas as relações se estabelece através da informação e da sua capacidade de processamento e de geração de conhecimentos, denominada por Castells (1999) como “sociedade em rede”. Com o intuito de discutir a preservação do patrimônio cultural pela ótica da sociedade em rede, este artigo discorre sobre o desenvolvimento de um portal que disponibiliza informações sobre os bens imóveis tombados da cidade de São Paulo. O portal foi desenvolvido como Trabalho Final de Graduação do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Anhembi Morumbi entre os anos de 2014 e 2015, pela aluna Sumaya Távora Costa e Orientadora Dra. Melissa R. S. Oliveira. O portal possui como objetivo auxiliar a pesquisa de campo, análise do terreno e coleta de dados referente aos bens imóveis tombados para estudantes e profissionais de patrimônio cultural, minimizando o tempo de pesquisa e acesso à informação. A partir de um problema real, o percurso metodológico iniciou-se com o cruzamento da resolução de tombamento, pesquisa de mapeamento de imóveis tombados, características de aproveitamento do solo, dimensionamento e ocupação dos lotes. Ademais, foram realizadas pesquisas históricas e levantamento fotográfico dos bens. Todas as informações foram analisadas e compiladas para início da montagem do portal. Para desenvolvimento do portal teste, tomou-se como estudo de caso a região da República. Os resultados obtidos nesse primeiro teste demonstraram que o portal pode mudar a forma de relacionar-se com o patrimônio, pois ajudam a interagir com o bem, facilitam o acesso a informação, trazem informações técnicas, teóricas e atuais, que possibilitam uma nova vivência do território e do próprio patrimônio. Ao facilitar o acesso a informação, acreditamos que o portal possa promover um maior envolvimento com a questão patrimonial, contribuindo para a preservação dos bens.